Todos os posts de

Gabriel Reis Martins

Mostrando 49 Resultado(s)
Resenha

O som do rugido da onça, de Micheliny Verunschk: entre a literatura e o manifesto

Esboço feito por Martius em suas peregrinações pelo território brasileiro. A imagem, mais tarde, integrou seu diário de viagem. Resenha por Gabriel Reis Martins Desde o momento em que li o título, vi a capa e li a sinopse de O som do rugido da onça (2021), livro de Micheliny Verunschk, tive vontade de lê-lo. …

Acadêmicos Resenha

A paixão segundo G.H., de Clarice Lispector: a barata, O Mistério e o neutro

Apresentação de Gabriel Reis MartinsResenha-ensaio de Lorena Camilo Já faz algum tempo que nós começamos a disponibilizar dois gêneros importantes aqui no Duras Letras: as resenhas e os artigos acadêmicos, em uma tentativa de aproximar ainda mais os leitores e leitoras de nossos colaboradores. E, justamente pensando nessa relação e nos gêneros, preparamos agora um …

Literatura Clássica e Medieval

Rostam e Sohrab: ou “e se fosse o pai quem matasse Édipo?”

Texto por Gabriel Reis Martins Foi apenas recentemente que terminei de ler A mulher ruiva (2010), de Ohran Pamuk, uma reescritura contemporânea de tragédias envolvendo pais e filhos, na esteira aberta por Édipo Rei, Hamlet e Os irmãos Karamazov. Este livro – literatura estrangeira em duplo sentido, por ser de fora do Brasil, mas também …

Lançamento

Lançamento – Noiva entre túmulos, de Paloma Bernardino

Foto de capa feita pelo autor da publicação. Texto por Gabriel Reis Martins Nome: Noiva Entre TúmulosGênero: HorrorAutora: Paloma Bernardino BragaEditora: Edição da autoraIlustrações: Andresa Rios e Bruno de SouzaAno de publicação: 2021Número de páginas: 247 Gosta de ficções de terror, lendas urbanas e romances um tanto conturbados? Então, nós do Duras Letras convidamos vocês …

Canção Popular

Violão em harmonia: uma valiosa aula de Paulinho Nogueira

Texto por Gabriel Reis Martins Enquanto escrevia um artigo, deixando a playlist do Youtube Music rodar, eis que de repente escuto uma gravação antiga, o som um tanto quanto sujo, que eu já tinha ouvido não sei nem em qual altura da vida. Parei o teclado e fui ao reprodutor para ver o que estava …

Literatura Brasileira Literatura Portuguesa Poesia Teoria da Literatura e Literatura Comparada

Amarrados pela pátria: três belos poemas em português

Texto por Gabriel Reis Martins Eu estava perdido entre as imagens e textos do Instagram, quando parei para ler o fragmento de uma canção, recortada e postada por um amigo (e também autor aqui no blog): o pesquisador Otávio Moraes, grande leitor e escritor exemplar de nossas belas letras. A foto dele era a reprodução …

Literatura Clássica e Medieval Poesia

Poemas de amor: de Catulo para Lésbia e outros amantes

Texto por Gabriel Reis Martins Caio Valério Catulo (c. 87-c. 54 a.C.) foi um poeta latino muito inventivo, apaixonado e de quem sabemos pouco. Dizem que nasceu em Verona e que viveu boa parte de sua vida em Roma, transitando entre personalidades importantes da política e da arte da época, em um período conturbado da …

Resenha

A mão esquerda da escuridão, de Ursula K. Le Guin: ficção científica, política e de gênero

Resenha por Gabriel Reis Martins Não sei bem o que me levou a ler o livro A mão esquerda da escuridão, da escritora Ursula K. Le Guin, a não ser o fato de ter sido indicado por minha companheira, que o tinha lido para uma disciplina a respeito da ficção científica produzida nos Estados Unidos …

Resenha

A vegetariana, de Han Kang: para colher dos outros frutos

Resenha por Gabriel Reis Martins Desde 2018, quando decidi morar com minha companheira e noiva, estou em contato (imerso, eu diria) com o discurso vegetariano/vegano e também com os hábitos que o compõem. Talvez tenha sido daí que surgiu o interesse em ler o livro da sul-coreana Han Kang: A vegetariana, publicado pela editora Todavia, …

Resenha

O exército de um homem só: um delírio, uma realidade

Resenha por Gabriel Reis Martins Confesso que meu interesse pela obra O exército de um homem só (1974), de Moacyr Scliar, surgiu por conta da canção homônima, presente no álbum O papa é pop (1990), da banda gaúcha Engenheiros do Hawaii. Sendo um dos meus discos favoritos dessa banda, fui logo convidado à leitura com …